Qual a importância de fazer gestão de preços na empresa?

Categoria: Contabilidade

Postado em 27 de julho de 2020

A gestão de preços é uma das atividades mais importantes  para a empresa conseguir uma posição financeira confortável no mercado.

Isso porque ela garante que o negócio consiga obter lucro, cobrir as despesas e manter a vantagem competitiva diante dos concorrentes.

Mas para que a precificação de produtos e serviços seja feita corretamente, é preciso fazer aquela pergunta básica: 

“os preços dos meus produtos cobrem os custos da empresa?”.

Se preços exorbitantes podem assustar o cliente, valores muito baixos podem prejudicar o empreendimento. A ideia é promover um equilíbrio. 

Para te auxiliar nessa missão, preparamos um conteúdo especial que irá explicar a importância e como fazer a gestão de preços na empresa. Acompanhe a leitura!

O que é qual a importância da gestão de preços?

Quando falamos em gestão de preços, estamos falando em precificação de serviços e produtos. 

Porque o preço das mercadorias não é, e nem deve ser, decidido aleatoriamente. Ele é definido de forma estratégica para que a empresa obtenha bons resultados e consiga se manter.  

Mas a questão é: quanto cobrar?

Essa dúvida entrega a importância da gestão de preços, uma atividade que auxilia no controle e monitoramento constante do valor cobrado por produtos e serviços de uma empresa.

Na hora da precificação, alguns aspectos são levados em conta como:

  • quem é o público-alvo
  • custos fixos para garantir as atividades empresariais
  • metas a serem atingidas
  • preços praticados pela concorrência
  • características do produto ou serviço

Saber como fazer a formação de preço de forma eficiente contribui para que o seu negócio consiga um melhor desempenho financeiro.

No próximo tópico, você pode conferir algumas dicas de como definir o valor cobrado.

INSERIR UMA IMAGEM AQUII

Como fazer gestão de preços de serviços e produtos?

1- Calcule os custos e despesas empresariais

O primeiro passo na gestão de preços é conhecer quais são os custos e despesas para manter seu negócio em funcionamento. 

Aqui devem ser incluídos desde o gasto com aluguel e a compra de materiais até despesas mais básicas como as contas de água e energia elétrica.

É importante ficar claro que os valores dos produtos e serviços devem cobrir esses custos, por isso o empreendedor precisa calcular quais são os custos e despesas.

Mas antes, vamos entender o conceito entre um e outro? 

  • Custos: gastos referentes a bens e serviços utilizados na produção de outros bens e serviços;
  • Despesas: produtos ou serviços consumidos direta ou indiretamente para o desenvolvimento das atividades da empresa;

Tanto os custos quanto as despesas devem ser registrados e contabilizados. Isso para que o gestor entenda o montante geral para a manutenção do negócio e, assim, considere um percentual para cobrir esses valores.

2- Monitore os preços do mercado

Outro aspecto importante para entender como fazer gestão de preços é manter-se atualizado sobre os valores de mercado.

Estabelecer um preço muito distante do que ele está praticando pode afastar clientes e até trazer desconfiança se estiverem muito abaixo do que outras empresas cobram.

Mas também é preciso ter cuidado para não cobrar um valor muito exorbitante. 

O mercado irá definir uma média, daí o empreendedor deve colocar na balança outros aspectos na hora da formação de preços como:

  • público-alvo
  • custos e despesas do negócio
  • valor agregado do produto/serviço
  • qualidade do produto/serviço

Manter o funcionamento da empresa requer a entrega de produtos e serviços de qualidade para o cliente. E uma precificação correta influencia nisso.

3- Acompanhe os resultados e metas

É preciso acompanhar os resultados e avaliar se as metas financeiras estão sendo alcançadas.

Por isso, é fundamental entender que o preço de um produto ou serviço pode mudar, vez ou outra, de acordo com o comportamento do consumidor e do mercado.

Então, caso perceba que as metas não estão sendo atingidas, considere mudar o preço cobrado pelo produto ou serviço.

É recomendado que o setor financeiro e o de marketing trabalhem em conjunto para garantir o atingimento das metas.

Comentários

Receba os destaques por e-mail