Nos últimos anos, tem sido cada vez mais comum ver profissionais que resolveram sair do CLT para empreender. 

No entanto, essa transição pode ser bastante desafiadora, especialmente para aqueles que estão acostumados com a estabilidade e proteção da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). 

Além dos desafios inerentes ao empreendedorismo, como a falta de recursos financeiros e emergentes do mercado, aqueles que estão saindo do CLT precisam lidar com questões específicas, como a falta de um salário fixo e a necessidade de se adaptar a um regime tributário diferente.

Apesar desses desafios, muitos brasileiros optaram por seguir esse caminho, e os números comprovam isso. De acordo com o SEBRAE, o Brasil registrou a abertura de mais de 859 mil empresas no último ano, um aumento de 6,2% em relação ao ano anterior. 

Esse número representa o maior crescimento anual desde 2010 e demonstra a crescente importância do empreendedorismo na economia brasileira.

No artigo abaixo, vamos explorar os desafios que os profissionais enfrentam ao sair do CLT para empreender, bem como as principais estratégias para superar esses obstáculos. Siga a leitura e confira!

Preparação e planejamento são fundamentais

Muitas pessoas sonham em sair do CLT e empreender, mas essa transição não é simples e envolve uma série de desafios. 

Para que a mudança seja bem-sucedida, é importante estar preparado, tanto financeiramente quanto emocionalmente. 

Um dos maiores desafios de deixar a CLT é uma instabilidade financeira. Quando se empreende, é comum que o negócio demore alguns meses (ou até anos) para começar a gerar lucro. 

Por isso, é importante que o empreendedor tenha uma reserva financeira para se sustentar durante esse período de transição.

Antes de sair do CLT, é preciso fazer um planejamento financeiro minucioso, levando em conta todos os custos do negócio e o tempo necessário para começar a gerar receita. 

É importante também definir uma data para a transição e se preparar com antecedência para o novo desafio.

Conhecendo o perfil de empreendedor e o mercado

Para ter sucesso no empreendedorismo, é fundamental conhecer o próprio perfil e entender se as características necessárias para empreender estão presentes. 

Ser um bom empreendedor requer habilidades como liderança, resiliência, capacidade de tomar decisões e de lidar com emoções.

Além disso, é importante conhecer o mercado no qual se pretende empreender. É preciso fazer uma pesquisa detalhada para entender as demandas do público, a concorrência, os principais desafios do setor e as oportunidades de crescimento.

Outra ferramenta fundamental para quem deseja sair do CLT para empreender é ter um plano de negócios. 

Ele serve para definir os objetivos do negócio, traçar as estratégias para alcançá-los e estimar os custos envolvidos. 

Um bom plano de negócios deve conter informações sobre o mercado, a concorrência, o público-alvo, os produtos ou serviços oferecidos, a estrutura organizacional da empresa, a projeção financeira e o cronograma de atividades.

Não deixe o medo te paralisar

Por fim, um dos maiores desafios enfrentados por quem quer empreender é o medo. É comum sentir medo do desconhecido, da instabilidade financeira, do fracasso, entre outros aspectos. No entanto, é importante não deixar que o medo paralise importantes e impeça a tomada de decisões.

Mas lembre-se que o empreendedorismo é uma jornada ansiosa, mas recompensadora. Com planejamento, preparação e coragem, é possível superar os desafios e alcançar o sucesso. 

Se você tem o sonho de empreender, comece a se preparar desde já e não deixe que o medo te impeça de seguir em frente.

E caso precise de ajuda, a Gestão pode lhe oferecer o suporte necessário para que o empreendedor possa focar no seu negócio, enquanto conta com a expertise e o suporte de uma equipe especializada para ajudá-lo em questões administrativas, contábeis e financeiras. Fale com a nossa equipe e saiba mais!