2021 sem inadimplência para o seu escritório contábil

Categoria: Contabilidade

Postado em 16 de dezembro de 2020

Segundo o dicionário financeiro, “a inadimplência acontece quando há o descumprimento de uma obrigação, geralmente financeira, como o não pagamento de bens ou serviços até sua data de vencimento”. Entre a população brasileira, a inadimplência é conhecida como “nome sujo” e, infelizmente, pode acometer todos os tipos de comércio e prestação de serviços.

De acordo com dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em agosto de 2019 a inadimplência das empresas foi de R$ 5.582,90, em média. Entre as devedoras, 45% atuam no comércio e devem, principalmente, para o setor de serviços, que inclui os bancos.

Estes valores altíssimos são causados sobretudo pelo crescimento do número de desempregos e o aumento da inflação, que afetam diretamente o poder aquisitivo dos brasileiros.

Mas como você, profissional contábil ou empreendedor de uma franquia de contabilidade, pode lidar melhor com todo este quadro econômico e começar 2020 livre das inadimplências? Acompanhe este post, nós daremos dicas que podem ajudá-lo bastante neste momento.

Dicas de como evitar a inadimplência 

A inadimplência, por si só, já é ruim tanto para a saúde financeira do escritório contábil quanto pela dor de cabeça de ser obrigado a cobrar seus honorários em atraso e torcer para que o pagamento seja efetuado rapidamente. 

Todos nós sabemos que é praticamente impossível se manter livre da inadimplência, principalmente em tempos de instabilidade econômica. Mas algumas medidas podem ser tomadas para minimizar ao máximo estas ocorrências.

O Conta Azul, importante parceiro da Gestão Contabilidade, escreveu um conteúdo muito completo sobre o assunto, clique aqui para lê-lo na íntegra. A seguir, faremos um panorama das principais ideias e completaremos com mais algumas dicas.

Em relação à prevenção da inadimplência:

# 1 – Conheça bem o perfil do seu cliente

Não basta apenas pedir a documentação básica, é importante também conhecer o histórico de compras e pagamentos dos clientes e fazer uma consulta aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, para ajudá-lo na tomada de decisão. Dar benefícios aos bons pagadores pode ser uma boa ideia também!

# 2 – Opte pelo recebimento à vista e escolha uma data de vencimento favorável

É claro que o recebimento à vista é muito benéfico para o seu escritório contábil, mas você pode criar situações que favoreçam o cliente também, como 5% de desconto no boleto ou transferência bancária, por exemplo. Essa é a melhor forma de evitar a inadimplência dos pagamentos a prazo. Além disso, para pagamentos via boleto bancário, escolha datas estratégicas, como quinto dia útil do mês, porque grande parte da população brasileira recebe seus salários perto deste dia.

# 3 – Formalize seu serviço

Emita notas fiscais para cada prestação de serviços que você fizer e formalize tudo com um contrato. Este documento deve apresentar a descrição do serviço prestado, valores envolvidos, multa diária para atrasos e consequências em casos de não pagamento. Além disso, vale formalizar também que condições encerram os serviços, como inadimplência falta de pagamento há mais de 30 dias, por exemplo. Dessa forma, se num futuro você precisar exigir seus direitos através de um advogado, o contrato te dará a segurança necessária. 

# 4 – Conte com a ajuda da tecnologia

A Gestão Contabilidade oferece serviços de ponta que levam todo o universo tecnológico para seu escritório de contabilidade. Além disso, todos os planos da Contabilidade Digital são integrados com o sistema de gestão financeira do Conta Azul. Dessa forma, você se conecta aos seus clientes e ainda controla as contas a pagar e a receber, realiza conciliações bancárias, antecipa atrasos e avisa os clientes, com dias de antecedência, sobre a proximidade do vencimento e os benefícios do pagamento em dia. 

Dicas de como agir em caso de inadimplência 

Todas estas medidas descritas acima, quando implementadas no dia a dia do escritório contábil, diminuem consideravelmente o número de inadimplências, porém nem sempre é possível se manter totalmente longe delas. Neste caso, as próximas medidas podem ajudá-lo na hora das temidas cobranças. 

# 1 – Recorra ao contrato 

Evite todo o estresse das discussões desnecessárias. Você tem um contrato assinado pelo cliente que formaliza toda a prestação de serviços, os valores e as consequências do não pagamento. Mantenha sempre a educação para que você não perca o cliente e, consequentemente, o valor que ainda não foi pago, e suspensa seus serviços conforme acordado previamente.  

# 2 – Divida os mal pagadores em grupos 

Nem todos os tipos de inadimplência acontecem pelos mesmos motivos. Quando você identifica os mal pagadores, consegue dividi-los em três grupos diferentes e agir conforme as características de cada um: os que eventualmente atrasam o pagamento porque esquecem o prazo, os que atrasam por conta de alguma instabilidade momentânea no fluxo de caixa e os que sempre atrasam e não dão perspectiva de pagamento.   

# 3 – Crie ações específicas para cada grupo de mal pagadores

Para os esquecidos, algumas ações preventivas podem ser executadas, como o envio de e-mails de cobrança dias antes da data do vencimento ou até mesmo uma ligação amigável, por exemplo. 

Para os que estão vivendo um momento de instabilidade financeira, vale criar uma negociação da dívida de forma que ninguém saia perdendo e o cliente não entre para a lista dos órgão de proteção ao crédito. 

Já os que não pagam e não dão uma previsão de pagamento, registre-os no SPC ou Serasa, envie uma notificação extrajudicial ao cliente e procure auxílio com o Juizado Especial Cível, também conhecido como Pequenas Causas.

E se tudo isso parece trabalhoso demais para você, saiba que existe uma solução!

Empreenda sua própria franquia de contabilidade   

Quando você se torna parceiro da Gestão Contabilidade, deixa nas mãos dela toda a dor de cabeça relacionada às cobranças e inadimplência. Ela cuida disso tudo para o seu escritório contábil! 

E as vantagens não se limitam apenas a essa área não. Os custos relacionados à franquia de contabilidade da Gestão são muito baixos, ou seja, você não começa um novo empreendimento cheio de dívidas. Além disso, a Gestão se encarrega de toda a parte burocrática, como as tarefas operacionais e repetitivas da contabilidade, deixando você com tempo de sobra para a prospecção de novos clientes. 

Ficou interessado? No blog da Gestão você encontra inúmeros conteúdos mais abrangentes sobre o tema franquia de contabilidade, como este e este, por exemplo. Acesse e fique por dentro deste novo mundo!

Comentários

Receba os destaques por e-mail