Como organizar o estoque de um e-commerce e de uma loja física?

Categoria: Empreendedorismo

Postado em 19 de dezembro de 2019

2 minutos

Saber como organizar o estoque da sua loja, seja ela física ou virtual, é o segredo para o sucesso. Afinal de contas, ninguém gosta de comprar um produto e saber que ele acabou. Ou então, você fazer uma venda e na hora de entrega saber que o item não está mais disponível. 

Organizar o estoque é fundamental para qualquer empresa, mas por mais incrível que possa parecer, há empresários que não dão a devida atenção a esta questão. O resultado é a perda de vendas por falta de produto, ou então a venda de um item que não está mais disponível. Em ambos casos, o resultado é desastroso para qualquer negócio, seja ele real ou virtual.

Para que sua empresa tenha uma organização de estoque perfeita, é essencial seguir as dicas que damos a seguir. Quer evitar erros nesta área? Então leia nosso artigo agora mesmo!

Como organizar o estoque do e-commerce

Quem é dono de um e-commerce sabe que um dos principais desafios é a gestão dos itens armazenados. Afinal de contas, a partir do momento é que feita a venda é necessário agilidade no despacho da mercadoria, visando uma melhor experiência ao seu cliente.

Para que os processos sejam executados corretamente, é essencial ter um sistema de controle de estoque. Ao se estruturar essa área, você ganha maior fluidez no envio dos produtos. Essa estruturação para organizar o estoque do e-commerce deve considerar:

Suas capacidades físicas

Para se organizar o estoque o primeiro passo é saber qual sua disponibilidade de espaço físico. Com base nisso você decide se adota um estoque tradicional já que tem área para armazenamento, ou se parte para o chamado drop shipping, onde você só solicita o produto ao fornecedor a partir do momento que recebe o pedido.

Ao optar pela segunda opção, você deixa de ter estoque e cabe ao seu fornecedor embalar e destinar o produto ao cliente. A medida elimina a necessidade de estoque, porém requer a máxima confiança de seu fornecedor que ele disporá do item quando houver o pedido. 

Tenha fornecedores confiáveis

Indiferente de sua escolha — se pelo estoque tradicional ou pelo drop shipping — é vital para o seu e-commerce que você conte com fornecedores confiáveis, já que um dos grandes diferenciais das lojas virtuais é a rápida entrega. Ou seja, de nada adianta você ter seu estoque próprio, se no momento do pedido o item adquirido esteja em falta por atraso de seu fornecedor. 

Um detalhe que pode ser importante na hora de escolher o fornecedor é se o sistema de gerenciamento pode ser integrado ao seu. Isso agiliza o sistema de administração do estoque, garantindo maior agilidade na entrega e evitando qualquer tipo de transtorno por falta de mercadoria.

Controle a entrada e saída de produtos

Nem seria necessário lembrar, mas para quem pretende saber como organizar o estoque de qualquer empresa precisa ter controle rígido de toda entrada e saída de produtos. Isso evita que seja ofertado um produto que não está disponível, afetando a credibilidade da empresa.

Como diferencial, o responsável pelo controle do estoque pode verificar quais produtos apresentam maior saída, adiantando pedidos e evitando sua falta. Já aqueles que costumam encalhar, também pode ser feito um plano especial para reposição apenas quando realmente for necessário, evitando gastos extras e ocupação de espaço desnecessária.

Como organizar o estoque de uma loja física

Organizar o estoque de uma loja física é bastante semelhante ao do e-commerce, porém com algumas alterações pontuais. A principal exceção é que não existe a possibilidade do dropshipping, já que é necessário fazer a entrega no ato da compra ao cliente.

De modo geral, seguindo as dicas já listadas, é possível ter um bom controle do estoque tanto da loja física quanto da virtual. Mas a atenção deve ser redobrada se seu empreendimento trabalha nas duas áreas com o mesmo estoque.

Isso porque você pode vender o último produto na loja física e, no mesmo instante, ocorrer uma venda online. Caso isso ocorra — e convenhamos que não é tão difícil de acontecer — o cliente que fez a compra online não receberá o produto, ou levará um prazo muito maior para que ele tenha o item em mãos, já que dependerá que você o reponha no estoque. E o resultado pode ser a fúria do seu cliente e uma queda na reputação da sua marca. Seria desastroso! 

Desta forma, é necessário ter um controle mais rígido do estoque se você atuar nas duas frentes de venda, evitando que a situação listada ocorre de verdade em sua empresa. Uma forma de impedir isso seria ter dois estoques, mas convenhamos que esta é uma medida impensável pelos elevados custos que representaria. Já a solução mais ideal é evitar ter poucos produtos com alta rotatividade em estoque, os repondo sempre que um número mínimo for atingido.

Invista na tecnologia

Como você pode ver, organizar o estoque de um e-commerce ou de uma loja física requer atenção aos detalhes, mas não é nada de outro mundo. Esse controle pode ser feito numa planilha de Excel se o volume não for tão alto, ou então usar ferramentas como um ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento dos Recursos da Empresa), que otimiza os processos e reduz a praticamente zero as chances de erro. Esta é, de longe, a mais indicada para qualquer negócio, seja o tamanho que for sua empresa.

Por isso, encontre no mercado o sistema que melhor se encaixa às suas necessidades. Há inúmeras empresas que atuam com ERP e que integram todos os setores do seu negócio, otimizando o tempo e reduzindo custos financeiros e de mão-de-obra.

Se gostou de nosso artigo sobre como organizar o estoque da sua empresa, confira também o material que preparamos com dicas para motivar sua equipe de vendas. Com ele, você pode ampliar os resultados de sua empresa e ter mais rotatividade em seu estoque. Boa leitura!

Comentários