7 erros comuns na gestão financeira que você não deve cometer

Categoria: Gestão financeira

Postado em 31 de março de 2020

Cometer erros na gestão financeira de uma empresa é mais comum do que você pode imaginar. Muitos empresários podem ser excelentes no mercado que atuam, mas podem ir à falência por não dar a atenção necessária ao setor financeiro do negócio.

É comum também as pessoas não terem a real noção do que é uma gestão financeira. De acordo com o Sebrae, a gestão financeira compreende todas as ações e procedimentos administrativos, que tem como objetivo maximizar os resultados financeiros e econômicos de uma empresa. Desta forma, é mais que fundamental que a gestão seja levada extremamente a sério!

Para que você conheça quais os erros mais comuns cometidos pelas empresas na área financeira, e como evitar isso, preparamos um artigo para você! Confira agora mesmo!

1. Não acompanhar o desempenho da empresa

Não acompanhar indicadores como lucratividade, faturamento, capital de giro, entre outros, estão entre os principais erros que uma gestão financeira pode cometer. São eles que indicam se a empresa está tendo lucro ou prejuízo, e que são indicativos que permitem tomar melhores decisões antes que os problemas aumentem.

Para se analisar tais indicadores é fundamental contar com registros de dados e ter relatórios que sejam claros e objetivos, facilitando sua leitura e entendimento por parte do gestor, e que podem ser comparados ao longo do tempo para conhecer como está o desempenho da empresa.

2. Não ter um planejamento financeiro

Pode parecer estranho, mas é mais comum do que se imagina ainda existir empresas que não possuam um planejamento financeiro. E esse é outro grande grande erro de gestão e que leva muitos negócios à falência. 

No planejamento financeiro devem constar projeções baseadas em dados de meses passados e os atuais, e com os quais são definidas as metas de curto, médio e longo prazo. Somente assim a empresa saberá qual suas possibilidades em caixa para novos investimentos, ou se é necessários pausar determinados projetos.

3. Não controlar as operações

Não ter um controle das operações de compra e venda realizadas pela empresa é outro erro bastante comum na gestão financeira de negócios. Sem tais dados, fica impossível fazer um planejamento, saber qual a movimentação do caixa, e sequer saber se a empresa está tendo lucro ou prejuízo.

O ideal é que contar com um sistema de gestão financeira onde todas as operações, incluindo as feitas via cartão de crédito, débito, boleto, entre outras, fique registrada e já organizada. 

4. Não controlar o fluxo de caixa

Ter um controle eficaz do fluxo de caixa está entre as principais ferramentas financeiras de uma empresa. É através dele que o gestor pode ter uma visão da saúde financeira do seu negócio, tomar decisões e fazer projeções. 

Por isso, o recomendado é que o todas as movimentações financeiras da empresa sejam registradas, tanto de entrada quanto de saúde, evitando qualquer erro no fluxo de caixa, e permitindo que todos os dados estejam sempre atualizados.

5. Não ter controle de estoque

Ter um estoque em excesso pode significar que o dinheiro da empresa está parado. E o contrário pode fazer sua empresa perder vendas ou fechar novos negócios. Em ambos os casos, o resultado é muito ruim para qualquer empreendimento. Desta forma, não ter um controle eficiente do estoque é outro erro que pode afetar a gestão financeira.

Para evitar que problemas como esse ocorram no seu negócio, o ideal é ter um controle bastante eficiente do estoque, onde todas as entradas e saídas sejam registradas, além do responsável poder elaborar projeções e saber o momento certo de comprar determinado item.

6. Não contar com a tecnologia

Um erro bastante comum nas empresas quando se fala em gestão financeira é utilizar planilhas de Excel, ou mesmo manuscritas, para o controle das finanças. Como tais ferramentas são bastante suscetíveis a erros, falhas humanas ou manipulações, elas podem trazer sérios problemas à empresa.

Desta forma, investir na tecnologia e contar com softwares específicos para gestão financeira é uma saída que mostra-se como um investimento para qualquer empresa. Com ele, é possível ter um controle de todo o setor financeiro, além de ter segurança nas operações.

7. Misturar finanças pessoais com as da empresa

Deixamos esse erro por último, mas ele é o primeiro que deve ser considerado em qualquer empresa. Ao se misturar as finanças pessoais com as da empresa, o gestor perde o controle total do setor financeiro e deixa de saber se a empresa está tendo lucro ou prejuízo.

Para se evitar isso, o ideal é que o gestor tenha sua conta, e a empresa outra, onde ocorrerão todas as movimentações financeiras. Isso permite um melhor controle e cada uma é responsável pelas receitas e despesas. 

Invista na terceirização financeira

Uma forma de evitar que os erros listados ocorram na sua empresa, uma ótima saída é fazer a terceirização financeira com um escritório de contabilidade que seja especialista no assunto. Eles saberão analisar profundamente toda a movimentação econômica do seu negócio, preparar relatórios de fácil leitura, e alertar o empresário sempre que for necessário.

Com a Gestão Contabilidade você terá uma equipe profissional cuidando de toda a gestão financeira do seu negócio, apontando pontos que podem ser aperfeiçoados e em quais você está perdendo dinheiro. 

Se quer uma equipe especialista ao seu lado, entre em contato agora mesmo com os consultores da Gestão Contabilidade. Estamos prontos para alavancar seu negócio!

Comentários

Receba os destaques por e-mail