Indicadores do varejo: as 5 métricas principais

Categoria: Empreendedorismo

Postado em 26 de novembro de 2019

2.5 minutos

Conhecer profundamente os indicadores do varejo é um pré-requisito para todo empreendedor que quer tirar o máximo de seu negócio. Com base neles, é possível medir o desempenho da sua loja e saber se está indo no rumo certo.

Toda gestão baseada em dados tem muito mais chances de dar certo, e no varejo não é diferente. Por isso, estar atento aos números de sua loja é fundamental para sua sobrevivência no mercado. Mas para isso, não basta apenas saber quanto está entrando no seu caixa: é preciso saber como tal valor chegou até lá, quanto você gastou para isso, e entender porque mesmo com sua loja cheia de pessoas, você não vê seu faturamento aumentar.

São várias as métricas que precisam ser observadas, e para facilitar seu trabalho, apresentamos hoje as 5 principais métricas de indicadores de varejo. Confira!

1. Ticket médio

Quanto os clientes gastam em média em cada compra é medido por meio do ticket-médio, e esse pode ser considerado como um dos principais indicadores do varejo. Por meio dele, é possível saber como seus clientes tem se comportado em sua loja — se comprando produtos mais caros ou em maiores quantidades.

Se o ticket-médio de sua loja é baixo, é sinal de que há algo que precisa ser corrigido urgentemente, já que isso indica que os clientes gastam pouco em sua loja. Se isso estiver acontecendo, fica claro que você precisa ter um volume muito maior de pessoas comprando em sua loja para conseguir manter um ponto de equilíbrio nas finanças. 

Para usar essa métrica do varejo, você deve dividir a receita total pelo número de vendas, dentro de um determinado período. Com o resultado, você saberá qual foi a média de valores em cada venda.

2. Conversão em compras

Saber quantos visitantes entraram em sua loja, e destes quantos efetivamente realizaram uma compra é medido pela Conversão em Compras. Esse indicador do varejo mede a eficácia do seu time de vendas em converter visitantes em clientes.

Com tal número você passa a ter a noção real do movimento de sua loja, afinal de contas de nada adianta ter ela sempre cheia, se apenas uma minoria acaba realizando uma compra. Por isso, entre os indicadores do varejo, essa é uma das métricas essenciais de serem acompanhadas. Para chegar ao seu resultado, basta dividir o número de vendas pela quantidade total de visitantes.

3. Recompra

Sua capacidade de gerar clientes recorrentes em sua loja pode ser medido pelo índice de recompra. Cada vez que um cliente retorna à sua loja, você otimiza cada vez mais seus recursos em ações de marketing, já que seu custo por aquisição de cliente (CAC), passa a ser menor.

Para se chegar a essa métrica, é necessário identificar o número de clientes que retornam a sua loja e efetuam uma nova compra. Um dado interessante é que, em geral, na recompra o cliente eleva seu ticket-médio. Para se chegar ao resultado dessa métrica, é necessário dividir a quantidade de pessoas que voltaram a comprar em sua loja, pelo total de clientes.

4. Total de faturamento

Entre os indicadores financeiros no varejo, o total de faturamento está entre os mais importantes. Ele é responsável em quantificar o montante de vendas, apontando qual a evolução do seu negócio ao ser medido em períodos. Desta forma, você ainda consegue identificar os meses mais fortes e os mais fracos, e buscar estratégias diferenciadas para manter a vendas de forma mais uniforme ao longo do ano.

Com base neste indicador de varejo, você ainda pode analisar a eficiência do seu time de vendas, verificar o atingimento de metas e procurar corrigir tudo de forma mais eficiente. Afinal de contas, com dados concretos torna-se mais fácil tomar decisões.

5. Custo de aquisição de clientes

Falamos anteriormente sobre o Custo de Aquisição de Clientes (CAC). Entre os indicadores de varejo, ele é o responsável em calcular quanto você gasta para atrair cada cliente para a sua loja e que feche uma compra. Quanto maior seu CAC, menos eficiente é sua estratégia.

Para se chegar a esse indicador, é necessário você calcular todos os seus investimentos nos esforços de venda, como gastos com marketing, tecnologia, entre outros. Ao se chegar ao valor, você deverá dividi-lo pelo total de clientes convertidos dentro do período de gastos. 

Quanto menor é o valor gasto para atrair clientes, maior efetividade e lucratividade você tem. Por isso que também mencionamos que quanto mais vezes seus clientes retornarem a sua loja, menor ainda será seu custo para sua aquisição.

Indicadores de varejo

Você percebeu com as cinco métricas listadas a importância do acompanhamento constante da sua loja. Isso permite que você possa corrigir seu planejamento a todo instante para tornar cada vez mais efetivo seu negócio. Afinal de contas, você sempre espera ter o máximo de retorno em cada real investido em suas estratégias.

Ter ao seu lado profissionais especialistas na área também pode ser um grande diferencial. Um consultor em varejo, por exemplo, pode contribuir com todo o conhecimento adquirido ao longo dos anos para indicar a você pontos a serem corrigidos e o que pode ser otimizado em sua loja.

Aqui na Gestão Contabilidade, além de toda a assessoria contábil e financeira, você também pode contar com o apoio de um consultor de varejo. Temos em nosso time profissionais que podem ajudar a alavancar suas vendas e fazer você se diferenciar no mercado.
Como dica extra em nosso artigo sobre indicadores de varejo, invista na fidelização de seus clientes. Eles podem ser os responsáveis pelo sucesso total do seu negócio e colocar sua empresa em um novo patamar. Para entender mais sobre a fidelização e colocá-la em prática, preparamos um artigo completo para você. Que tal lê-lo agora mesmo?

Comentários